Vidro serigrafado

Devido às suas qualidades singulares, os vidros serigrafados são muito utilizados na projeção de ambientes privativos e criação de detalhes decorativos, participando principalmente na composição de envidraçamento de fachadas, box de banheiro, divisórias de ambiente, vitrines, revestimento de paredes e móveis, tampos de mesa, etc. Resumidamente, o vidro serigrafado recebe cores, desenhos e outros detalhes através de telas de silkscreen, cuja tinta é fixada nos fornos de têmpera.



Por serem submetidos à tempera durante sua fabricação, os vidros serigrafados apresentam resistência elevada e são classificados como vidros de segurança - considerando que se tornam um tipo de vidro temperado. É valido destacar que esse é o motivo pelo qual são comumente conhecidos como vidros pintados a quente. Entenda o que é o vidro serigrafado e quais as suas principais características nesse artigo!

O que é vidro serigrafado?

Os vidros serigrafados são tradicionais e capazes de suprir diversas necessidades dos clientes. A principal característica do vidro com serigrafia consiste no fato de o modelo receber cores e outros detalhes visuais por meio de esmaltes cerâmicos especiais fixados em sua superfície através do silkscreen. Isso quer dizer, por exemplo, que é possível colorir a superfície por completo ou parcialmente; ou criar formas, listas, padrões geométricos e outros desenhos através da técnica de serigrafia no vidro.

Para que serve o vidro serigrafado?

Considerando suas principais características – ou seja, vidro temperado colorido – os vidros com serigrafia podem ser utilizados em diversas aplicações, inclusive naquelas onde as normas da ABNT exigem vidros de segurança temperados. Isso quer dizer que o vidro serigrafado serve para compor:



- Janelas e fechamento de fachadas (ver NBR 7199)



- Portas, divisórias, vitrines e muros de vidro



- Box de banheiros



- Envidraçamento de sacadas



- Tampos de mesas



- Revestimento de parede



- Revestimento de móveis



- Decorações de interiores



A lista acima refere-se à utilização de vidros pintados a quente. É preciso esclarecer porque o mercado possui outra categoria de vidros pintados a frio, ou seja, que não são submetidos à fornos de têmpera para fixação da tinta e, dessa forma, não podem ser utilizados em estruturas que exigem vidros temperados. Fique atento e em caso de dúvidas não hesite em procurar consultoria especializada no assunto.

Qual a diferença do vidro serigrafado e pintado?

Os vidros serigrafados são tão populares que costumam ser utilizados para referenciar toda a categoria de vidros pintados. Um vidro com serigrafia é, tecnicamente, um vidro pintado. Entretanto, devido ao seu modo de fabricação, os vidros com serigrafia são classificados como vidros pintados a quente, considerando que existe outra categoria de vidros pintados a frio – estes, pintados através de uma pistola e compressor, geralmente.

Qual a diferença entre vidro jateado e serigrafado?

O vidro serigrafado é fabricado através da deposição de esmalte cerâmico na superfície da placa, o que traz cores para o vidro e evita a passagem de luz através da área pintada. Já o vidro jateado é um vidro fosco, cuja aparência é alcançada por meio de uma técnica que utiliza grãos de areia direcionados em alta velocidade à superfície do vidro a fim de criar microfissuras e trazer seu visual fosco, que diminui a visualização através do vidro, mas permite passagem de luz.

"

O mercado vidreiro no Brasil é desorganizado, isso contribui para que o vidro não esteja na evidência merecida. Um dos motivos da nossa fusão anos atrás foi para isso, estrategicamente unimos o know-how de consultoria, projetos e execução, podendo de fato atender em escala as altas exigências de incorporadoras alto padrão e arquitetos

"

Daniel Estrela

CEO da SEV Exclusivv.