Divisória acústica para escritório

Divisória acústica para escritório - Ambientes com tratamento acústico tornam-se espaços harmoniosos e livres de ruídos excessivos que interagem negativamente com nossa saúde, atenção e produtividade. O poder acústico do vidro é perfeito para fabricação de divisória acústica para escritório e outros ambientes corporativos, pois o material proporciona conforto em todos os aspectos, além de deixar o local mais moderno e elegante.

Investir na acústica de ambientes é essencial nos dias de hoje, ainda mais em ambientes empresariais, onde tempo é dinheiro. Nosso ouvido está atento a qualquer ruído; sempre que um som se sobressai nossa audição chama a atenção do cérebro, que muda o ponto de atenção.

No ambiente empresarial essa distração causa perda de foco na atividade, resultando em erros e perdas que dificilmente ocorreriam em um ambiente preparado acusticamente. Além do mais, a exposição a barulhos em excesso pode causar sintomas negativos para nossa saúde física e mental, como por exemplo:

- Incômodos gástricos;

- Problemas cardíacos;

- Estresse;

- Dores de cabeça;

- Irritabilidade;

É cientificamente comprovado que o ambiente sonoro no qual estamos inseridos influencia diretamente no desenvolvimento do nosso bem estar e produtividade.

Divisória de Vidro

Divisórias de vidro com isolamento acústico

De uma série de opções disponíveis, o vidro se destaca por diversos fatores, como por exemplo, quesitos estéticos, soluções arquitetônicas, proteção aos usuários, facilidade de manutenção, limpeza e privacidade. Vale lembrar que de todos os modelos de divisória acústica para escritório, o vidro é o único material que possibilita a criação de barreiras físicas seguras e totalmente transparentes.

Quando optado pelo modelo correto, o vidro oferece alto índice de isolamento acústico. Além do mais, é preciso que a divisória acústica para escritório esteja em harmonia com a NBR 10.152 da ABNT. Esse tipo de atenção é essencial para que a estrutura seja funcional, razão pela qual devemos sempre optar por empresas especializadas no assunto.

Empresas sérias são capazes de realizar análises minuciosas, como:

- Investigações específicas de ruídos;

 - Tamanho do espaço e layout dos ambientes;

- Tipos de paredes, esquadrias e dutos;

- Outros materiais absorventes presentes;

- Proposta estética;

Essa análise é muito relevante para determinar o nível de conforto acústico que cada divisória precisará oferecer. Uma divisória acústica para escritório fabricada com vidro ou estrutura errada, por exemplo, pode perder sua objetividade. Pra se ter uma idéia, uma placa de vidro comum consegue atenuar, em média, 29 dB, enquanto que um modelo especial pode atenuar até 41dB.

Essa diferença pode até não parecer grande, mas é imensamente sensível para nossa audição. Tecnicamente, enquanto um índice de isolamento acústico de 29 dB permite que uma conversa alta seja ouvida com facilidade, o índice de 41 dB não permite que essa mesma conversa seja compreendida.

O nível de frequência do ambiente também determina o modelo de vidro que deverá ser utilizado. Enquanto que os vidros laminados com PVB acústico apresentam maior isolação da baixa frequência, o vidro insulado é indicado para atenuação sonora de altas frequências.

Portanto, fique muito atento. Sempre de preferência por empresas especializadas na fabricação e instalação de divisórias de vidro para escritório.

divisória de vidro acústico

Divisória acústica de vidro

Melhore a atmosfera de trabalho de seu escritório e equipe. Na Sev Exclusivv o cliente tem certeza da aquisição de divisória acústica para escritório totalmente funcionais e dentro das normas técnicas. Nossa equipe realiza todo tipo de análise antes de instalar a divisória de vidro no seu escritório.

Lembre-se de que o retorno do investimento acontece rapidamente, tendo em vista que o isolamento do escritório é capaz de:

- Diminuir distrações;

- Evitar retrabalhos

- Melhorar o bem estar dos funcionários;

- Reduzir as ausências por motivos de saúde;

Toda essa gama de características da divisória acústica vidro fatalmente resultará no aumento da produtividade, independentemente do segmento laboral. Não espere mais, mantenha contato com nossa equipe e solicite um orçamento.

"
O mercado vidreiro no Brasil é desorganizado, isso contribui para que o vidro não esteja na evidência merecida. Um dos motivos da nossa fusão anos atrás foi para isso, estrategicamente unimos o know-how de consultoria, projetos e execução, podendo de fato atender em escala as altas exigências de incorporadoras alto padrão e arquitetos
"

Daniel Estrela

CEO da SEV Exclusivv.

Cobertura de vidro ou policarbonato

Cobertura de vidro ou policarbonato - Dois dos principais modelos de coberturas transparentes, as coberturas de vidro ou policarbonato permitem a construção de espaços funcionais, de vasta iluminação e diferenciados, capazes de proteger e integrar os ambientes internos e externos com maestria, agregando valor a qualquer projeto.

Ambas as estruturas permitem que o usuário aproveite melhor a luz natural, proteja o ambiente da chuva e outras intempéries, além de complementar a decoração. Entretanto, apesar de focarem no mesmo objetivo, essas coberturas oferecem particularidades distintas que conseguem se acomodar melhor à sua necessidade. Vamos entender melhor as características da cobertura com vidro ou policarbonato.

O que é uma cobertura de vidro

O que é melhor, vidro ou policarbonato?

O policarbonato é uma resina resultante de derivados de ácido de carbono e bisfenol. Essa composição atribui ao produto resistência elevada contra impactos. Outra característica positiva está no fato de poder ser curvado a frio  e por ser mais leve, exige estrutura de fixação mais simples.

Entretanto, a grande desvantagem do policarbonato está no fato do produto mostrar alto coeficiente de dilatação térmica linear.

Dilatação térmica linear? O que isso quer dizer?

Quer dizer que o policarbonato pode apresentar grande variação de comprimento na sua extensão. A dilatação térmica linear ocorre quando a variação de temperaturas de um corpo modifica a distância entre dois pontos, fazendo com que comprimento de um elemento altere de tamanho.

Considere que as coberturas ficarão expostas ao sol por várias horas, cenário que contribui para o aumento do coeficiente de dilatação térmica do policarbonato. Isso significa que a estrutura, apesar de exigir menor resistência, deve ser projetada para acomodar essa dilatação térmica, caso contrário, apresentará problemas rapidamente.

O vidro, por ser mais pesado, requer estrutura mais robusta, consequentemente. Entretanto, é importante considerar que o vidro não dilata como o policarbonato, dura mais tempo, não mancha e sofre menos desgaste, pois sua abrasão beira a zero.

Além do mais, a incidência da radiação solar e a manutenção constante que a cobertura de policarbonato exige interagem negativamente com a transparência da estrutura, que ganha manchas e fica com tons amarelados.

Vidro Policarbonato

O que esquenta mais, vidro ou policarbonato?

Como já dito, as coberturas são expostas a luz do sol constantemente. Para evitar o efeito estufa é preciso recorrer às tecnologias presentes no mercado para refletir o espectro solar e evitar o acúmulo de energia UV no ambiente.

Nesse quesito a cobertura de vidro é perfeita, se tornando uma ótima forma para obter transparência sem prejudicar o conforto térmico. A indústria vidreira dispõe de uma infinidade de tipos de vidros indicados para essas situações:

- Vidro low-e (baixa emissividade)

- Vidro de controle solar

- Vidro Refletivo

- Vidro duplo

De um modo geral, os vidros de conforto térmico conseguem bloquear os raios UV, reduzindo em até 70% o calor dos ambientes e oferecendo temperaturas agradáveis até mesmo em dias muito quentes.

Os vidros laminados (ou temperado laminado) são os modelos indicados para esses tipos de estruturas. O laminado é um tipo de vidro de segurança e garantirá sua integridade física, de sua família e todos os outros usuários do local.

Importante ressaltar que o vidro laminado pode ser equipado com essas tecnologias para proporcionar conforto térmico acima descritas. Além do mais, é possível utilizar vidros fotovoltaicos para gerar energia limpa e vidros autolimpantes para diminuir a frequência de limpeza da cobertura.

Esse cenário torna a cobertura de vidro em ótima escolha para compor:

- Garagens;

- Pergolados;

- Alpendres;

- Tetos de vidro;

- Coberturas translúcidas;

Para finalizar, é importante ressaltar que a cobertura de vidro requer um projeto cirúrgico para garantir a estanqueidade e impedir a entrada de sujeira, umidade e água no ambiente; por esse motivo é importante contratar empresas credenciadas no segmento. Evite surpresas desagradáveis.

"
O mercado vidreiro no Brasil é desorganizado, isso contribui para que o vidro não esteja na evidência merecida. Um dos motivos da nossa fusão anos atrás foi para isso, estrategicamente unimos o know-how de consultoria, projetos e execução, podendo de fato atender em escala as altas exigências de incorporadoras alto padrão e arquitetos
"

Daniel Estrela

CEO da SEV Exclusivv.