As partes constituintes das esquadrias de janelas e portas são o contramarco, marco e o caixilho. O contramarco pode ser representado pela moldura que vai fixada na parede e define o tamanhão do vão; o marco é o elemento externo da esquadria que acomodará o caixilho (como um batente de porta); e o caixilho, também chamado de folha, é a parte que vedará/fechará o vão, como a porta ou a janela em si.

 

Para enriquecer nosso entendimento sobre quais são as partes constituintes das esquadrias janelas e portas, lembramos que esquadrias são as estruturas que dão vida a aplicações como portas e janelas, além de venezianas, alçapões, portões, grades, etc. Essa estrutura é classificada de diversas formas - e uma delas diz respeito à função da estrutura. Por isso que popularmente as esquadrias são chamadas de portas, janelas, portões, venezianas, etc. Interessante, não?

Quais as partes de uma esquadria?

Tecnicamente, a esquadria é uma estrutura de vedação vertical utilizada no fechamento de vãos e aberturas diversas, permitindo controle de passagem de agentes como poeira, chuva, raios solares, ruídos, pessoas, animais, etc. Para possibilitar a criação desse tipo de estrutura o profissional precisa recorrer a basicamente 3 partes principais. Veja detalhes e quais são as partes constituintes das esquadrias janelas e portas:

Contramarco:   

O contramarco, geralmente, é um contorno de madeira ou alumínio preparado especialmente para definir o vão onde no futuro será instalado o marco e as folhas. É a parte fixa e não visível das esquadrias. Esse elemento facilita o processo de acabamento e permite que o profissional instale as portas, janelas e etc somente após a realização de atividades que poderiam danificar as esquadrias. O contramarco não é indispensável, mas muito importante, em caso de dúvidas consulte um profissional do ramo.

Marco:

Dando continuidade a nossa lista sobre quais são as partes constituintes das esquadrias janelas e portas, o marco é representado pela parte fixa visível das janelas e portas. Trata-se da estrutura que receberá as dobradiças para abrir e fechar a aplicação – como o batente, por exemplo. Considerando esse fato, fica claro que o marco é indispensável para o funcionamento do sistema de abertura e fechamento da esquadria.

 

Folha ou caixilho: Enquanto o marco e contramarco dão sustentação a estrutura, a folha (caixilho)

fica responsável pela vedação e controle de agentes. Para isso o marco acomoda o caixilho ou folha, elementos móveis ou fixos fabricados a partir do vidro, madeira, persiana ou outro material para fechamento de vão. Em uma esquadria para porta, por exemplo, a folha seria a própria porta, em si.

Quais são as partes constituintes das esquadrias janelas e portas?

Quais são as funções das esquadrias?

Ainda esclarecendo quais são as partes constituintes das esquadrias janelas e portas, as esquadrias são essenciais em diversas aplicações, pois ficam responsáveis por desempenhar diversas funções, como integração de ambientes, proteção das edificações, controle de entrada e saída de pessoas/intrusos, interação com iluminação natural, ventilação dos espaços, decoração, etc. Além disso, a projeção de esquadrias consome uma fatia considerável do orçamento disponível para as obras, sendo essencial que sejam projetadas com precisão para evitar retrabalhos e desperdício de dinheiro.

Sendo assim, sempre confie seus projetos arquitetônicos a empresas especializadas no segmento. Aqui na SEV Exclusivv você conta com consultoria especializada e profissionais que sabem quais são as partes constituintes das esquadrias janelas e portas e, dessa forma, podemos harmonizar a sua necessidade às opções disponíveis no mercado e às normas da ABNT.

FAQ – Perguntas e Respostas

- O que é uma folha de esquadria?

A folha de uma esquadria é o elemento superficial da estrutura. Por exemplo, quando uma esquadria abre em duas partes, isso quer dizer que a esquadria possui duas folhas. A folha de uma esquadria pode abrir de diversas formas para facilitar o controle de agentes e estanqueidade da estrutura.

- O que são as esquadrias?

As esquadrias são estruturas que permitem o fechamento de vãos e aberturas, criando aplicações como portas, janelas, cobogós, alçapões, grades, etc. É popularmente referido conforme à sua função (como portas e janelas), mas podem ser classificadas a partir do modo de abertura e material de fabricação.

"
O mercado vidreiro no Brasil é desorganizado, isso contribui para que o vidro não esteja na evidência merecida. Um dos motivos da nossa fusão anos atrás foi para isso, estrategicamente unimos o know-how de consultoria, projetos e execução, podendo de fato atender em escala as altas exigências de incorporadoras alto padrão e arquitetos
"

Daniel Estrela

CEO da SEV Exclusivv.

O que preciso saber sobre esquadrias?

As esquadrias são estruturas fundamentais em qualquer edificação, pois interage com fatores como segurança, estética, conforto, melhor aproveitamento da luz e ventilação natural, etc. O mercado arquitetônico tem à sua disposição diversos tipos de esquadrias com características diferentes. Mas com tantas opções, você sabe por onde começar? ‘O que preciso saber sobre esquadrias’ o tema do nosso artigo de hoje, onde abordaremos as características de alguns dos principais modelos de esquadrias oferecidos no mercado.

O que é esquadria?

Tecnicamente, esquadria é o nome da estrutura que possibilita a criação de vãos como portas, janelas, portões, venezianas. Considerando sua função principal, as esquadrias possuem status de elemento arquitetônico indispensável na maioria das edificações. Entretanto, como já comentado, as estruturas possuem responsabilidades mais amplas que a criação de portas, janelas e etc. Com a esquadria (na forma de portas e janelas) o usuário consegue ter o controle de iluminação e ventilação natural, entrada de intrusos, proteção contra intempéries, segurança e proteção dos usuários, conforto dos ambientes e estética decorativa. Para isso o mercado oferece diversos tipos de esquadrias, que podem ser listadas em duas categorias: Modo de abertura e materiais utilizados na fabricação das esquadrias.

Conheça os principais tipos de esquadrias

Dando continuidade ao nosso artigo sobre o que preciso saber sobre esquadrias, vamos conhecer os principais modelos de esquadrias disponíveis no mercado. Conforme comentado acima, dividiremos essa lista em duas categorias.

Tipos de esquadrias – Função e Modo de abertura

- Esquadrias de correr: Alternativas para portas e janelas e outros fechamentos de vãos de ambientes pequenos, pois a folha desliza no sentido horizontal. - Esquadrias de abrir: Com apenas uma folha que se movimenta através de dobradiças, a esquadria de abrir é um dos modelos mais populares, utilizados principalmente em portas e janelas. - Esquadrias Maxim-ar: Essa estrutura oferece abertura próxima de noventa graus, cenário que garante ótima circulação de ar. São indicadas para banheiro, lavanderia, cozinhas, etc. - Esquadrias basculante: A esquadria basculante é alternativa para fechar grandes vãos como portões de garagens ou depósitos. A abertura dessa estrutura é semelhante à uma gangorra.

Tipos de esquadrias – material de fabricação

Ainda respondendo à pergunta ‘o que preciso saber sobre esquadrias?’, os modelos de esquadrias ainda podem ser definidos pelo tipo de fabricação, como é o caso das esquadrias de: - Alumínio - PVC - Madeira - Vidro - Metal Além disso, nesta lista sobre o que preciso saber sobre esquadrias, ao definir o modelo a ser utilizado é preciso considerar fatores como: - Posicionamento para melhor captação de luz e ventilação - Finalidade da aplicação (conforto acústico, privacidade, proteção patrimonial, etc) - Qualidade dos materiais utilizados - Especialização da equipe responsável pelo projeto - Periodicidade de manutenção - Fatores ambientais - Normatização da ABNT. Para finalizar nossa lista de ‘o que preciso saber sobre esquadrias’, é de extrema importância que todo o projeto esteja em conformidade com a ABNT, pois isso garante segurança e qualidade nas aplicações. A NBR 10821 cria diretrizes para toda a produção de esquadrias; além disso, a NBR 7199 dita parâmetros para a utilização de vidros na arquitetura. Fique atento e exija que as esquadrias e sua instalação estejam dentro das normas regulamentadoras.

FAQ – Perguntas e respostas

 

Quais os materiais mais utilizados na fabricação de esquadrias?

Os materiais mais utilizados na fabricação de esquadrias são o alumínio, PVC, madeira, metal e ferro. Entretanto, é possível encontrar esquadrias fabricadas de materiais inesperados, como a esquadria de vidro. Cada material de fabricação pode agregar uma característica singular a aplicação.

Quanto a sua função quais os tipos de esquadrias existentes?

Veja uma lista com os principais tipos de esquadrias existentes, separadas quanto a sua função/modo de abertura: - De abrir - Basculante - De correr - Maxim Ar - Sanfonada (camarão)
"
O mercado vidreiro no Brasil é desorganizado, isso contribui para que o vidro não esteja na evidência merecida. Um dos motivos da nossa fusão anos atrás foi para isso, estrategicamente unimos o know-how de consultoria, projetos e execução, podendo de fato atender em escala as altas exigências de incorporadoras alto padrão e arquitetos
"

Daniel Estrela

CEO da SEV Exclusivv.

Quais são os tipos de esquadrias?

As esquadrias são elementos fundamentais para uma edificação, tendo em vista que ficam responsáveis por fechamento de vãos e interferem diretamente na segurança, conforto, privacidade, estética e funcionalidade dos ambientes. As esquadrias são utilizadas geralmente para criar portas e janelas; e o mercado disponibiliza diversos modelos, com destaque para as mais comuns: esquadrias de abrir, de correr, basculante, guilhotina, maxim-ar, camarão, etc. Continue a leitura e saiba com detalhes quais são os tipos de esquadrias.

Quais são os tipos de esquadrias que existem?

A escolha e instalação das esquadrias deve considerar diversos fatores. A definição dos modelos de esquadrias precisa levar em conta a forma de abertura, o local de instalação, área útil, padronização com as normas técnicas da ABNT, tipo de vidro que será utilizado, etc; e harmonizar tudo com os desejos do cliente. Por isso é importante procurar um profissional da área. Veja uma lista sobre quais são os tipos de esquadrias mais conhecidos no mercado.

- Esquadria de abrir:

Os modelos mais comuns, são utilizadas geralmente em portas e portões - apesar de serem aplicadas em janelas também. Nesse modelo a esquadria possui apenas uma folha que gira através de dobradiças.

- Esquadria de correr:

Indicadas para espaços pequenos, na esquadria de correr as folhas deslizam horizontalmente através de trilhos, que precisa garantir deslizamento suave e sem obstáculos.

- Esquadria maxim-ar:

As esquadrias Maxim-ar oferece abertura de aproximadamente 90°, permitindo grande circulação de ar nos locais. São ideais para ambientes como cozinhas, área de serviço, banheiro, lavanderia, dentre outros.

- Esquadria guilhotina:

Popular em edificações antigas, as esquadrias guilhotina possuem duas folhas que se movimentam para cima ou para baixo.

- Esquadria basculante:

Comuns para o fechamento de vãos grandes, como entrada de garagens. Seu sistema de abertura e fechamento acontece através de pivôs nas laterais, assemelhando-se a uma gangorra.

- Esquadria camarão:

Também classificada como sanfonada, as folhas das esquadrias camarão se acomodam uma sobre a outra para realizar abertura da estrutura. Esse modelo também é indicado para espaços reduzidos.

Tipos de esquadrias

Ainda falando sobre quais são os tipos de esquadrias, vale lembrar ainda que, além da forma de abertura, os modelos de esquadrias podem ser definidos pelos materiais de fabricação, como é o caso da:

- Esquadrias de alumínio - Esquadria em PVC - Esquadrias de madeira - Esquadrias de vidro - Esquadrias de metal

É importante contar com consultoria especializada ou profissionais que sabem quais são os tipos de esquadrias, pois os materiais de fabricação da esquadria também interagem com diversos fatores. As esquadrias de alumínio oferecem bom custoxbenefício, enquanto que a esquadria de PVC é indicada para ambientes que exigem tratamento acústico; por outro lado, as esquadrias de madeira harmonizam facilmente com qualquer estilo decorativo e a esquadria de vidro transforma qualquer projeto em único!

Para finalizar nossas considerações sobre quais são os tipos de esquadrias, destacamos que a forma de abertura interfere diretamente na quantidade de luz e ventilação que entra nos ambientes, privacidade dos usuários, conforto, estética, valorização do imóvel. Outro fator a considerar é o tipo de vidro que será utilizado – já que as esquadrias são muito aplicadas em portas e janelas. Quando for o caso, a escolha do vidro também precisa levar em conta o nível de conforto que o usuário espera – além de harmonizar tudo com as normas da ABNT. Entre em contato com nossa equipe para saber mais.

Quais são os tipos de esquadrias

Quanto a sua função, quais os tipos de esquadrias existentes?

Aplicada em portas, janelas e fechamento de vãos diversos, existem vários tipos de esquadrias com aberturas distintas. Destacamos as esquadrias de abrir, esquadria basculante, de correr, Maxim-ar, guilhotina, camarão, dentre outros. O tipo de abertura interfere em quesitos como estética, privacidade, circulação de ar e entrada de luz natural nos ambientes.

Como as esquadrias podem ser classificadas?

As esquadrias podem ser classificadas conforme o seu tipo de abertura (de abrir, de correr, maxim-ar, etc), através do material de fabricação (esquadrias de alumínio, PVC, vidro, madeira, dentre outros); ou até mesmo quanto à sua função (esquadria para porta, esquadria janela, etc).

"
O mercado vidreiro no Brasil é desorganizado, isso contribui para que o vidro não esteja na evidência merecida. Um dos motivos da nossa fusão anos atrás foi para isso, estrategicamente unimos o know-how de consultoria, projetos e execução, podendo de fato atender em escala as altas exigências de incorporadoras alto padrão e arquitetos
"

Daniel Estrela

CEO da SEV Exclusivv.